Resenha: Como Parar o Tempo - Matt Haig

18.11.17 Cuca Literária 17 Comentários



Livro: Como Parar o Tempo
Autor: Matt Haig
Editora: HarperCollins Brasil
Número de Páginas: 320
Gênero: Romance / Ficção científica
Ano da edição: 2017

Sinopse: A Primeira Regra É Não Se Apaixonar. Tom Hazard esconde um segredo perigoso. Ele pode aparentar ser um quarentão normal, mas por causa de uma estranha condição está vivo há séculos. Da Inglaterra elisabetana à era do jazz parisiense, e de Nova York aos mares do sul, Tom já testemunhou tanto que agora precisa apenas de uma vida normal.

Sempre trocando a identidade para se manter a salvo, ele encontra o disfarce perfeito trabalhando como professor de História em Londres. Assim, pode trazer suas experiências do passado como fatos vivos. Pode manipular as histórias para seus alunos. Pode levar uma vida normal. Tom só não pode se esquecer da primeira regra. Aquela sobre paixão...

“Como parar o tempo” é um romance doce e envolvente sobre como se perder e se encontrar na própria história. É sobre as certezas da mudança dos tempos e o tempo que a vida leva para nos ensinar como vivê-la.

Resenha

Como Parar o Tempo é um livro que apesar de possuir uma premissa simples, trás uma carga emocional forte. Matt Haig se aprofunda no íntimo do ser humano e nos revela as fraquezas e virtudes que carregamos, ao passo em que observamos o quão belo é o momento presente e a riqueza das nossas memórias.

 Tom Hazard parece um adulto normal de quarenta anos, porém, ele possui uma estranha condição que lhe mantém vivo há séculos. Sem saber como rotular essa anomalia, ele passa boa parte do seu tempo em busca de ajuda, porém, nunca obtém êxito. Tudo muda quando ele conhece Hendrich, um homem poderoso e chefe da sociedade secreta Albatroz, a qual protege todas as pessoas que apresentam essa condição genética chamada anageria.

"Essa era a conhecida lição do tempo. Tudo muda e nada muda."
 Ao passo em que Hendrich explica o objetivo da sociedade para Tom, ele resolve fazer parte dela, porém, precisa seguir algumas regras: a primeira e a mais importante implica em nunca se apaixonar por ninguém, e a segunda estabelece que a cada oito anos ele precisa se mudar e assumir uma nova identidade. Diposto a cumprir tais exigências, ele passa vários anos se mudando de um lugar para o outro, e agora com mais de quatro séculos, ele resolve voltar para a Inglaterra e reviver lembranças do seu antigo lar, no qual viveu boa parte da infância, sofreu, se apaixonou por Rose, e também, teve sua vida destruída após o sumiço de sua filha Marion.

“Você não é o único que sofre no mundo. Não segure as dores como se fossem preciosas. Tem o suficiente delas por aí.”
 Em Londres ele assume o disfarce de professor de História, e a partir de suas experiências do passado, Tom dá vida às suas aulas e acaba conquistando a atenção de seus alunos. Durante o tempo em que trabalha na escola, Tom conhece Camille, e logo sente algo diferente por ela, mas com medo de não conseguir cumprir a primeira regra dos 'Albas', ele tenta se manter afastado da jovem. Mesmo assim, um sentimento forte acaba brotando, e o nosso protagonista vai ter que tomar a decisão mais difícil de sua vida.

"– Às vezes – falei -, o mundo não é como gostaríamos. Às vezes, as pessoas podem nos desapontar. Às vezes, as pessoas fazem coisas terríveis com as outras. É preciso ter cuidado na vida. Sabe, eu sou diferente. Você sabe, não? O mundo envelhece para a frente, e eu, aparentemente, envelheço para os lados."
 Matt Haig conseguiu elaborar uma história que expressa a necessidade de se aproveitar o agora, de tal maneira que o ser humano pare de almejar tanto o futuro e se preocupe mais com o dia de hoje. Tom é um personagem que nos demonstra que as experiências e a bagagem emocional acabam afetando muito mais as pessoas do que somente o peso dos anos vividos. Ao passo em que acompanhamos a trajetória do protagonista, observamos sua incansável busca pelo real sentido da vida, e porque ao longo do tempo nos tornamos seres psicologicamente frágeis.

A obra é narrada em primeira pessoa, e se alterna entre passado e presente. Desde a capa até a diagramação achei tudo muito bem elaborado, não encontrei defeitos. Achei que a leitura não foi tão empolgante, mas de forma alguma isso diminui a qualidade dessa história.

Classificação:


Onde comprar





Veja também:

17 comentários:

  1. Esse livro está disponivel à venda em Portugal?

    ResponderExcluir
  2. Eu amei sua resenha, nunca tinha lido esse livro mais agora estou pretendo eu gosto de livros assim, é sem falar da capa que é linda e chama super a Atenção!

    ResponderExcluir
  3. A história desse livro parece ser algo muito interessante, após ler tua resenha fiquei com muita vontade de lê-lo! Levo como dica de leitura. Bjs (•‿•)

    ResponderExcluir
  4. O livro tem uma capa linda, a história é bastante envolvente, e bem fluída, o livro traz uma reflexão do que queremos da nossa vida. Gostei muito da indicação do livro o livro é incrível, a sua resenha deixou bastante curiosa pra ler o livro, bjs.

    ResponderExcluir
  5. Olá, adorei a resenha, achei a história muito interessante, esses livros para pensar assim são ótimos, obrigada pela dica de livro com certeza vou procurar para conferir, ótimo post!

    ResponderExcluir
  6. Menina, só pela sinopse eu já achei o livro muito bom! Essa ideia de pessoa que vive há vários séculos é muito interessante e eu senti falta de ter sido pouco explorada em Crepúsculo, por exemplo (ao menos no filme). E ter isso no enredo como principal característica já deixou um arzinho de curiosidade. Parabéns pelo post :D

    ResponderExcluir
  7. Pensei logo em Sherlock quando vi que ele tem séculos de idade haha. Achei muito legal do que ele se trata, acho que não conseguiria passar tanto tempo sem me apaixonar. Fiquei com vontade de ler, mesmo você dizendo que não é tão empolgante.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Nossa que resenha maravilhosa. Nao conhecia esse livro. Mas nao podemos parar o tempo. Mas podemos ter um novo dia a cada manha. A capa dele eh linda. Arrasou. Abraços!

    ResponderExcluir
  9. Esse livro parece ser bem interessante, fiquei curiosa para saber o destino dele e da nova paixão! Adorei sua resenha, me deixou com vontade de ler! Abraços

    ResponderExcluir
  10. Menina, que resenha demais e o livro parece ser incrivel. Já estou adicionando a a minha lista já 😍. Amei, bjoss

    ResponderExcluir
  11. Olá, tudo bem!
    Este livro parece ser muito interessante, fiquei com vontade de ler muito...
    Adorei a rresenha...
    Obrigado por apresentar pra nós este livro...

    Sucessooo!!
    beijos!!

    ResponderExcluir
  12. Vou ter que comprar esse livro só pra saber o que acontece com o Matt hahahaha. Adorei a resenha que você fez e as percepções que teve sobre o livro.
    Já adicionei na lista de próximos livros para comprar.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Que livro interessante e que capa linda, fiquei curiosa com o que acontece com ele .
    amei a resenha, kiss
    https://rabiscosperdidos25.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  14. Adoro romance, não sou muito ligada em ficção mais curti muito sua resenha, e vou tentar ler o livro, é sempre bom se aventurar em um estilo novo, bjss

    ResponderExcluir
  15. Eu não conhecia esse livro e não me lembro de ter lido algo do autor, mas pela sua resenha fiquei bem curiosa para saber como essa história toda vai terminar. E é claro que esse título já entrou na minha listinha de compra :)

    ResponderExcluir
  16. Romances e mais romances. Amo amo. Gosto muito dessa ideia de amor além do tempo. Vou procurar o livro depois para lê-lo, fiquei curiosa. Sucesso!

    ResponderExcluir
  17. Olá, tudo bom?

    Ainda não conhecia esse livro, mas adorei a resenha. Espero conseguir le-lo em breve, pois no momento tô com uma lista enorme pra ler rs Bjs

    www.mayaravieira.com.br

    ResponderExcluir